quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Homicídio em Indaial

Foi registrado hoje o primeiro homicídio do ano na cidade de Indaial. Maicon Roux, de 20 anos, foi encontrado morto no portão de uma residência às margens do quilometro 65, da BR 470. O proprietário da casa levou um susto. Ao sair para trabalhar, por volta das 06h30, encontrou a vítima dentro do terreno.

Segundo laudo do Instituto Geral de Perícias, ele levou cinco tiros, sendo três na cabeça, um no braço e outro no peito.

De acordo com a polícia, Roux era travesti e se prostituía às margens da rodovia. O crime pode ter ocorrido devido a um desentimento com um cliente. Por enquanto não há suspeitos.



Por: Danubia de Souza
Foto: Danubia de Souza

7 comentários:

  1. segundo relatos do proprietário de um salão de bailes de timbó,este travesti estava jurado de morte por um lider de travestis que atuam nas margens da rodovia 470,cujo nome foi mencionado no velório "travesti LÉIA",que jurou de morte pois estava tirando fregueses da sua clientela,pois domina cerca de doze travestis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aonde conseguiu essa informaçao?

      Excluir
  2. ESTA EM INDAIAL...PROXIMO A ALBANY...TEM UM GOLF BRANCO E UM PRETO ...GORDA E COM CABELOS LOIROS...

    ResponderExcluir
  3. Tenho fontes seguras de que quem realizou esses três crimes, incluindo o de blumenau que foi encontrado enforcado, foi a "LÉIA" e seu companheiro. Pensem: por que nenhum travesti "agenciado" por ela ainda não foi morto. E eles estão todos os dias na BR. Nada é feito pela polícia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu mesmo vo faze essa bixa Léia come planta pela raíz. Só ela dar mole por aqui.

      Excluir
  4. Aqui em São José, a Léia, ou melhor, o Adriano Jacinto Joana aprontou um monte com essa travecada nas ruas, até preso foi em 2009, não sei pq ainda ta solta. Agora ta aprontando mais na região de Indaial, tem que matar essa bixa e todas as suas amiguinhas.

    ResponderExcluir
  5. Somente ao bom Deus poderá perdoar esses pecadores, mas cabe aos policiais promover esse encontro!

    ResponderExcluir