segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Fuga no Presídio Regional de Blumenau

Três detentos serraram a grade de uma cela, agrediram um vigia e, em seguida, pularam o muro do Presídio Regional de Blumenau. A fuga aconteceu por volta das 8h da manhã de hoje (24/12).

Um dos detentos quebrou o pé na queda e foi recapturado pela Polícia Militar. Outros dois continuam foragidos. José Carlos Szuck, de 27 anos e Ademar Bublitz, de 31 anos. Ambos cumpriam pena por tráfico de drogas.

Para prevenir uma fuga em massa, cerca de 50 agentes do Deap - o Departamento de Administração Prisional de SC, vieram a Blumenau. Até o helicóptero Águia, da Polícia Militar, ajudou nas buscas.

Agentes do Deap com o apoio da Polícia Militar de Blumenau fizeram uma operação pente fino e apreenderam diversos materiais, como facas e outros objetos cortantes.



José Carlos Szuck, de 27 anos e Ademar Bublitz, de 31, continuam foragidos.


Fuga mobilizou mais de 50 policiais.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Ministério Público anuncia o nome de 9 investigados na Operação TAPETE NEGRO


O promotor de Moralidade Pública de Blumenau, Gustavo Merelles Ruiz Dias, rebateu na tarde de hoje (19/12) as críticas feitas pelo prefeito João Paulo Kleinubing , sobre a operação Tapete Negro.

De acordo com Merelles, as investigações apontam irregularidades principalmente na contratação de serviços que foram terceirizados pela URB. Um exemplo foi um serviço executado na construção da Vila Germânica. A prefeitura pagou à URB o valor de R$ 1 milhão. A URB terceirizou uma empresa e pagou pelo serviço menos de R$ 150 mil.

O LIVRO QUE NINGUEM LEMBRA

Em 2008, a ex-secretária de Educação do governo JPK, Dinorah Gonçalves,  escreveu um livro chamado “Com as mãos limpas”, no qual fazia denúncias sobre superfaturamento em obras, funcionários fantasmas e outras irregularidades.

Detalhe:  Dinorah também havia sido secretária de Educação de Wilson Kleinubing. Trabalhou para o pai e para o filho.

OS NOMES INVESTIGADOS

 João Paulo Kleinübing – prefeito
 Edson Brunsfeld - ex-vice-prefeito
Célio Dias -  ex-diretor-presidente da Companhia Urbanizadora de Blumenau (URB)
Mário Santos - ex-diretor-presidente da Companhia Urbanizadora de Blumenau (URB)
Eduardo Jacomel -  atual diretor-presidente da URB
Alexandre Brollo -  secretário de Obras,
Éder Marchi -  secretário de serviços Urbanos,;
Robinson Fernando Soares, o Robinho -  vereador eleito
Benjamin Valle -  diretor-administrativo da URB.

Prefeito João Paulo Kleinübing quer entrar com ação contra operação do MP


O prefeito de Blumenau João Paulo Kleinübing disse em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira que pretende ajuizar uma ação contra o Ministério Público de Santa Catarina pela operação “Tapete Negro”.

De acordo com o prefeito, a ação foi um espetáculo desnecessário, e que não há irregularidades nos processos de dispensas de licitações realizados pela prefeitura de Blumenau. “A contratação da URB pela prefeitura sempre atendeu a lei de licitações. E ao longo destes sete anos nunca houve o apontamento de nenhuma irregularidade em qualquer contrato que tenha sido firmado com a URB”, afirmou.
João Paulo disse não entender o motivo da realização da operação a quatro dias úteis do fim do mandato. “Sempre prestei todas as informações, nesse caso e em qualquer outro. Nunca houve uma ação deste tamanho, e ela é desnecessária e desproporcional nesse momento”, disse o prefeito.

A operação “tapete negro” foi deflagrada nesta segunda-feira e cumpriu 37 mandados de busca e apreensão. A justiça busca informações sobre supostas fraudes em contratos e licitações. “A investigação trata de crimes de formação de quadrilha, contra a administração pública, fraudes em licitações e tratam de agentes públicos e de empresários conluiados eventualmente para o desvio de dinheiro público”, informou o diretor da Gaeco de Itajaí, Alexandre Graziotin, responsável pelas investigações.

Por: João Paulo Souza    

Napoleão Bernardes, Jovino Cardoso e vereadores são diplomados



O prefeito eleito Napoleão Bernardes (PSDB), o  vice Jovino Cardoso Neto (DEM) e os 15 vereadores eleitos foram diplomados ontem (18/12)  pela Justiça Eleitoral em uma cerimônia no Salão do Júri do Fórum de Blumenau.

A solenidade foi presidida pelo juiz Álvaro Luiz Pereira de Andrade e durou mais de uma hora. Familiares dos políticos e demais autoridades também estiveram presentes. Após a diplomação discursaram Napoleão e o vereador mais votado, Marcos da Rosa.

O diploma é entregue ao político vencedor da eleição e o credencia a tomar posse no dia 1º de janeiro, conforme determina a lei eleitoral.

Por: João Paulo Souza

Foz do Brasil e prefeitura assinam termo de compromisso



A Foz do Brasil e a prefeitura de Blumenau assinaram nesta semana um termo de compromisso sobre a concessão do esgoto na cidade. Com isso, o Samae ganha um prazo de 90 dias para a criação de uma comissão que vai analisar a revisão do contrato, no valor de R$ 118 milhões.

A comissão vai avaliar a capacidade de investimentos da autarquia e como será feito o pagamento do aditivo.

Na semana passada a empresa ameaçou abandonar o serviço caso a prefeitura não assinasse o aditivo contratual. O documento do acordo deve ser remetido à Agência Intermunicipal de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Municipais do Médio Vale do Itajaí (Agir).

Por: João Paulo Souza

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

PREFEITURA DE BLUMENAU É ALVO DE OPERAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO


A OPERAÇÃO

A prefeitura de Blumenau foi alvo nesta segunda-feira de uma operação do Ministério Público, com apoio das polícias Civil e Militar, da Secretaria de Estado da Fazenda e da Polícia Rodoviária Federal. Mais de 40 policiais vieram para a cidade para cumprir 37 mandados de busca e apreensão. Eles recolheram documentos em diversos órgãos do município, empresas e residências. A movimentação foi grande, principalmente nas secretarias de Obras, Serviços Urbanos, em alguns setores da prefeitura e na URB.

A ACUSAÇÃO

O MP apura crimes como fraldes em licitações, formação de quadrilha e desvio de dinheiro público. As investigações iniciaram em 2006. Mais de 30 pessoas são investigadas. Apesar da justiça não ter divulgado os nomes, as informações extraoficiais apontam alguns secretários municipais e até alguns vereadores eleitos.

TAPETE NEGRO

A operação foi chamada de Tapete Negro porque as principais irregularidades estariam ligadas licitações de pavimentação de ruas em Blumenau.

A INVESTIGAÇÃO

Foram recolhidos milhares de documentos. Agora, todo material será analisado pela Procuradoria Geral de Justiça e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate a Organizações Criminosas, o GAECO de Itajaí. As investigações devem durar, pelo menos, mais 4 meses.

A RESPOSTA DA PREFEITURA

A prefeitura de Blumenau informou, através de uma nota oficial, que foi SURPREENDIDA pela operação. E esclareceu que  está colaborando no processo de investigação.

Flagrante de maus-tratos a animais em Blumenau


O fato aconteceu na última quinta-feira, mas só hoje tive tempo e forças para comentar.

Três cães em situações de maus-tratos foram resgatados pela Vigilância Sanitária no bairro Itoupava Norte. Os animais viviam em um ambiente sujo, cercado por fezes, e as vasilhas de água e comida estavam vazias.

Eles foram levados para uma clínica veterinária, mas um deles morreu durante a consulta. A suspeita do veterinário é de que o cão tenha morrido por falta de comida. O responsável pelos cães, Nelson Rogério de Paula, vai responder em liberdade  a um Termo Circunstanciado e pode pegar de 3 meses a um ano de detenção.

Segue abaixo fotos do resgate e o link da reportagem feita pela RIC TV Record.








Reportagem:

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Flagrantes de imprudências no trânsito

No último domingo agentes da Guarda de Trânsito de Blumenau fizeram uma fiscalização em frente à rua Sete de Maio, no bairro Itoupava Norte - via que dá acesso ao Shopping Park Europeu. 

Em cinco horas de operação, nada menos que 44 motoristas foram multados por convergirem à esquerda, para entrar na rua 2 de Setembro/sentido centro. Ação que coloca em risco a vida do próprio condutor e também dos outros motoristas que transitam no sentido correto da via.

Também foram autuados motoristas que transitavam na Rua 2 de Setembro e fizeram retorno no trecho.
Segue abaixo imagens dos flagrantes. Inclusive de uma pedestre arriscando a vida a poucos metros da faixa de segurança. 


video

Imagens cedidas para o Blumenau em Pauta por Bernardo Eger.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

UMA NOITE PARA LEMBRAR


CONFRATERNIZAÇÃO

Familiares de vítimas de acidentes de trânsito vão fazer uma confraternização neste sábado, no Rancho do Pastel. O objetivo é conscientizar as pessoas sobre as imprudências que acontecem diariamente, principalmente aquelas relacionadas à embriaguez.

O evento é organizado pela família do Willian José Soares, que perdeu a vida em um acidente de trânsito em 2009, provocado por um motorista embriagado.

Toda a comunidade é convidada a participar dessa importante confraternização e manifestação.



ÁLCOOL E DIREÇÃO

E por falar em trânsito, a nossa série da RIC TV Record “Álcool e Direção – na Contramão da Vida” recebeu o prêmio Fenabrave de Jornalismo . Uma conquista que marcou e emocionou a mim e a toda equipe. Por coincidência, a reportagem vencedora conta a história do Willian e de outras pessoas que perderam a vida por causa de imprudências nas estradas.

Confira abaixo a reportagem.




SOLIDARIEDADE


Na última terça-feira um incêndio destruiu completamente uma casa no bairro Itoupava Central, em Blumenau. Depois que a notícia foi divulgada na mídia, dezenas de pessoas foram ajudar a família atingida. Em apenas dois dias, eles conseguiram recuperar boa parte do que perderam, como roupas e móveis. Prova de que a solidariedade está no sangue do blumenauense.


Vigilância apreende 1,5 tonelada de alimentos vencidos em lanchonete da Itoupava Norte

A Vigilância Sanitária de Blumenau apreendeu 1,5 tonelada de produtos vencidos e impróprios para consumo no Madrugadão Lanches no bairro Itoupava Norte na manhã desta quarta-feira. A lanchonete chegou a ficar interditada.


De acordo com o órgão de saúde, são frangos, carnes e hambúrgueres que estavam com os prazos de validade ultrapassados e tinham origem duvidosa, além de não estarem armazenados de forma correta. A lanchonete também utilizava água de poço, o que não atende as normas de higiene adotadas pela Vigilância.

O proprietário do estabelecimento, Jalmei Garcia, disse que os produtos passaram apenas 3 dias da data, mas que isso não afeta a qualidade dos alimentos. Ele reconhece o erro e afirma que vai obedecer todas as recomendações da vigilância sanitária.

De acordo com o coordenador de Fiscalização de Alimentos e Produtos, Paulo Sérgio Mühlmann a operação ocorreu após denúncias e o estabelecimento vai responder a um processo administrativo, com direito a defesa, e o caso pode ser encaminhado ao Ministério Público.

Os alimentos vencidos foram levados ao aterro sanitário do município. No fim da tarde a equipe de fiscalização visitou o estabelecimento e autorizou a reabertura do local após readequações. Mas o proprietário vai ter que apresentar em uma semana um cronograma de reforma da lanchonete.